Histórias inspiradoras: mudança de carreira – Parte 2

Encontrar uma carreira que traga satisfação e realização é possível em qualquer fase da vida. E para inspirar quem está pensando em alguma transição, apresento a vocês uma série de três entrevistas com profissionais que realizaram o processo de Coaching de Carreira comigo e que, por diferentes circunstâncias, saíram de sua zona de conforto e fizeram mudanças significativas em suas trajetórias profissionais!


Marcella_2.jpg

Segundo relato |  Marcela Albanez

O segundo relato é da Marcella Albanez, sócia-fundadora da MammySitter (www.mammysitter.com), uma empresa que tem como propósito trazer leveza e praticidade à vida da mãe, mulher e profissional, dando suporte e executando tarefas do dia-a-dia por meio de uma assistente pessoal compartilhada.

 
marca oficial.jpg
 

Poderia nos contar brevemente sobre sua trajetória profissional?

Quando meu segundo filho nasceu, eu estava prestes a completar 10 anos de carreira no mercado de agronegócio. Entrei na área no meu primeiro ano de faculdade e aquilo para mim era um mundo do qual eu não nunca sairia; pensava que, por ter começado cedo e por cedo também ter conseguido uma posição de coordenação em uma multinacional (23 anos), essa era a única área que eu poderia construir uma carreira de sucesso.


Em que momento/como surgiu sua motivação para fazer uma mudança?

Sempre fui apaixonada pelo meu trabalho. Passei por empresas e equipes maravilhosas (minha ex-gerente é hoje minha sócia), mas o nascimento do Gabriel me fez refletir; ficar em casa com ele e com a Rafaella (na licença-maternidade) me mostrou que eu era muito mais do que eu poderia ser como mãe e como profissional, mas que para isso eu precisava sair da zona de conforto. Junto com essa reflexão vieram os medos e as incertezas, “será que eu consigo mesmo me reencontrar profissionalmente?”, “será que eu me adaptarei e terei resultados positivos?”. Foi então que eu decidi fazer o Coaching de Carreira para encontrar as ferramentas certas para responder aos meus conflitos internos.


De que forma o Coaching de Carreira lhe ajudou nessa transição? E qual foi o maior ganho do processo para você?

O Coaching de Carreira mostrou que minhas habilidades poderiam ser aplicadas em outras áreas, percebi que eu não era uma profissional apenas do mercado de algodão, ajudou a me fortalecer e assim, consegui enxergar que meus conhecimentos iam muito além do que eu imaginava. Com isso, mudei e consegui focar e alcançar a minha meta de empreender para ter flexibilidade na criação dos meus filhos e autonomia profissional.


Qual dica você daria a alguém que esteja lendo seu depoimento e em busca de um trabalho com mais significado e propósito?

Não tenha medo de mudar, arrisque, mesmo que seja primeiro de uma forma mais “conservadora”. Eu não empreendi logo que terminei o Coaching; eu trabalhei em uma empresa pequena como Gerente Financeira (uma loja de moda feminina que atua no atacado e varejo), e esse passo me fez entender melhor como é realmente a vida de um empresário, me fez desenvolver novas habilidades como gestora, compreender que as cifras são menores, mas que as responsabilidades são muito maiores. Essa experiencia foi fundamental para eu mergulhar no empreendedorismo.

Hoje a empresa na qual sou sócia, a MammySitter, tem como propósito trazer leveza e praticidade à vida da mãe, mulher e profissional; cuidar de quem passa a maior parte do tempo cuidando de tudo e todos. E esse modelo de negócio surgiu pelos nossos próprios questionamentos quando mães e executivas: “como eu conseguia administrar a vida profissional e pessoal antes? Não estou mais 10 horas no escritório, mas não paro um minuto!”... Tanto eu quanto minha sócia nos fortalecemos e nos reinventamos profissionalmente com o processo de Coaching de Carreira.

Na minha opinião, o passo primordial é o autoconhecimento - se conhecer melhor faz com que você tenha controle sobre suas emoções, valores, crenças e desejos. Com isso mapeado, buscar seu propósito fica simples e natural. O seu propósito então é o grande mentor dos seus próximos passos. Sem ele, você não sabe para onde vai e pode facilmente desviar do seu caminho. Trabalhando com o meu propósito, me sinto profundamente motivada a vencer esse novo desafio em minha carreira profissional.


Acompanhe o próximo post para conhecer a terceira história! E compartilhe com aqueles que possam estar nesse momento de vida.