Como faço para encontrar meu propósito?

Após ler o post anterior, imagino que você já começou a refletir sobre o seu propósito. Mas para muitas pessoas a dúvida continua: como ter clareza sobre ele? Proponho então um breve exercício para ajudá-lo nesse processo.

Comece respondendo às cinco perguntas relacionadas a seguir. Tente pensar nessas questões em um local tranquilo e com um pouco de tempo disponível. Em seguida, grife as palavras mais relevantes nas suas respostas com caneta marca-texto.

Mão escrevendo.jpg

1 | Quais aspectos do seu trabalho atual e/ou vida pessoal que você curte fazer plenamente e que lhe trazem imensa felicidade?

2 | Quando foi a última vez em que você se sentiu em total sintonia com uma atividade a ponto de perder a noção do tempo? O que você estava fazendo?

3 | Em que você gosta de ajudar outras pessoas? De que forma você normalmente mais ajuda os outros?

4 | O que você faria mesmo se não fosse pago? Ou até o que já faz sem ser remunerado?

5 | Imagine que ao final da sua vida seus amigos e parentes leiam uma carta falando de você. O que você gostaria que falassem? Pelo que gostaria de ser lembrado? O que não poderia faltar?


Com base nas suas respostas, pense na seguinte frase:

“Meu propósito é (ESSÊNCIA) através de (FORMA/EXPRESSÃO)”.


Para ilustrar, seguem alguns exemplos de Essência e Forma:

- ESSÊNCIA: primeiro, pense na essência do seu trabalho ou do que gostaria de realizar. A essência permanece relativamente inalterada durante a sua vida, já que está ligada aos seus valores e talentos, e pode ser algo como: “alfabetizar adultos”, “encontrar a cura para doenças”, “trazer soluções para conflitos entre pessoas”, “liderar pessoas para um objetivo comum”, “desenvolver pessoas e vê-las crescerem como profissionais”, etc.

- FORMA: a forma é a maneira como a essência se dá em sua vida atualmente. Como ela se expressa. Ela pode mudar com o tempo e ao longo da vida, conforme as circunstâncias se alteram. Alguns exemplos de FORMAS: “dedicando-me majoritariamente à educação de adolescentes”, “trabalhando como voluntária em uma organização não governamental”, “trabalhando em uma empresa que valorize a criatividade e a estética”, “revisando textos que serão publicados em diferentes mídias e canais de comunicação”, “desenvolvendo equipamentos que melhorem a qualidade de vida das pessoas no trabalho”, “proporcionando uma experiência única de gastronomia para meus clientes”, etc.


Que tal começar a redigir o seu propósito?

Garanto que esse simples exercício te trará elementos importantes para trilhar seu caminho rumo à uma vida com mais significado.

Sucesso!